Não vale a pena investir em Coaching

Não vale a pena investir em Coaching

O que minha carreira de TI, um aplicativo relacionado a Netflix e pombos comendo sobre um teclado podem te ensinar sobre quanto dinheiro você está perdendo em sua empresa por não investir em coaching? Leia o artigo da semana e descubra.

Assuntos abordados nesse artigo:

Minha carreira de TI

Se você me conhece suficientemente bem, deve saber que, durante muitos anos de minha adolescência e começo da vida adulta, minha área de trabalho era completamente diferente de hoje, eu era um profissional de TI (Tecnologia da Informação).

Isso mesmo. Por mais que possa parecer estranho, essa foi minha primeira formação e minha primeira profissão. Muitas pessoas, inclusive, ainda acham que eu entendo alguma coisa dessa área!

Ok. Eu entendo mais do que a maioria das pessoas, mas essa impressão que alguns ainda têm a meu respeito vem do longo tempo que atuei direta ou indiretamente nessa área e, principalmente, do amor que ainda tenho pela tecnologia.

Por conta desse amor, continuo lendo bastante sobre a área e sobre novidades, principalmente no que diz respeito à softwares e ontem uma coisa maravilhosa chegou até mim e me fez refletir sobre o tema desse artigo.

Netflix Hangout

Você já ouviu falar do serviço Netflix Hangout? Não! Se você é líder deveria. Segue a descrição e uma foto do serviço:

“Assista Netflix no trabalho fazendo parece que você está numa webconferência.”

5d6d9ef7-f4f6-4cb3-9bd8-f5e39b783c25

Não sei se você entendeu bem o que o serviço faz, mas vamos lá. Na tela acima, um dos quadros mostra o seu liderado, outros dois quadros mostram vídeos de atores para parecer que seu liderado está conversando com alguém e o último quadro é usado para abrir algum vídeo da Netflix.

Você passa por trás e acha que seu dedicado funcionário está trabalhando quando, na verdade, ele está recebendo para ver séries!

Me engana que eu gosto

Costumo dizer em meus treinamentos de liderança ou quando faço coaching com líderes que algumas pesquisas demonstram que se seu liderado entregar apenas 30% de sua capacidade, é o suficiente para que você nunca perceba que ele não está fazendo tudo o que pode e manter ele em seu quadro de funcionários.

Você não notará a falta de dedicação e aqueles que não se sentem realmente engajados encontrarão uma forma de fazer você pensar que eles realmente estão trabalhando. Seja com ferramentas como essa ai de cima, seja em atitudes como as do vídeo a seguir:

A Gallup aponta, por exemplo, que segundo suas pesquisas, apenas cerca de 29% dos trabalhadores brasileiros são Engajados em suas tarefas, enquanto 58% são não engajados e, pior, 13% são ativamente desengajados. Quanto isso pode custar para você e para sua empresa?

Pense ainda que esse número de funcionários engajados é uma média do país. Existem, portanto, empresas piores. Se você olhar para os números globais, vai se assustar: apenas 15% de funcionários engajados!

Engajamento está diretamente relacionado aos resultados da empresa, portanto, menos engajamento é igual menos resultados de vendas, lucros, etc.

Tá, e o que Coaching tem a ver com isso?

Segundo a própria Gallup, profissionais que passam por processo de Coaching de Pontos Fortes são 6 vezes (SEIS VEZES) mais propensas a serem engajadas em seus trabalhos.

Imagine, então, que você consiga aumentar o percentual de engajados em sua empresa de 15 para 30%, por exemplo. Quanto isso refletiria no faturamento de sua empresa?

Vamos fazer um exercício simplista de imaginação aqui:

Imagine que você tem 30 vendedores em sua empresa e que 15% deles são engajados e, por isso, vendem mais. Teríamos, então, 5 vendedores acima da média. Agora imagine que sua empresa gere R$ 1.000.000,00 em vendas por mês.

Vamos criar uma planilha aqui dividindo esse faturamento pelo nível de engajamento apontado pela Gallup. Teríamos então o seguinte:

20200504194900 - Captura de Tela

Cada vendedor engajado vendendo R$ 60.000,00. Cada desengajado, R$ 30.000,00. E cada Ativamente desengajado, R$ 20.000,00.

O que aconteceria nessa empresa se, através de um processo de coaching, conseguíssemos levar 4 funcionários ativamente desengajados e um desengajado, a se engajarem? Mantendo o valor médio de vendas de cada um o faturamento da empresa aumentaria em R$ 190.000,00 por mês, ou 19% de aumento em receitas com vendas por mês.

20200504195020 - Captura de Tela

Em dois meses a empresa pagaria o investimento feito em coaching e nos outros 10 meses do ano (e para o resto da vida), teria esse aumento nas receitas.

Você pode estar pensando agora: “Ah, Rodrigo. Minha empresa é pequena, fatura R$ 10.000,00 por mês com 3 vendedores. Esse números não refletem minha realidade”.

A proporção é sempre a mesma.

E ai? Vale ou não vale a pena investir em coaching?

Que tal começar agora?

Entre em contato comigo e pare de perder dinheiro AGORA.

Um grande abraço.

Deixe um comentário e eu prometo responder.